Contador de visitas
Besucherzähler
Contador de visitas
Boa Noite, hoje é dia 24 de Novembro de 2014
(61) 9986-0638
loival43@ig.com.br
  Página Inicial
  Sobre Loival
  Agenda
  Artigos
  Dicas Úteis
  Galeria de Fotos
  Links Úteis
  Noticias
  Parceiros
  Produtos
  Serviços
  Localização
Noticias
05/04/2014
Eleições 2014, só caindo: Datafolha: Dilma cai 6 pontos e tem 38% das intenções de voto Presidente tem 38% das intenções de voto, contra 16% de Aécio e 10% de Campos. Para 63% dos brasileiros, presidente fez menos que o esperado
 

Datafolha: Dilma cai 6 pontos e tem 38% das intenções de voto

Presidente tem 38% das intenções de voto, contra 16% de Aécio e 10% de Campos. Para 63% dos brasileiros, presidente fez menos que o esperado

Dilma Rousseff, Eduardo Campos, Marina Silva e Aécio Neves

Dilma Rousseff, Eduardo Campos, Marina Silva e Aécio Neves (Reuters/AFP/Folhapress)

Pesquisa Datafolha divulgada neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo mostra que as intenções de voto na presidente Dilma Rousseff recuaram seis pontos desde o último levantamento, em fevereiro. Ela tem hoje 38% das intenções, ante 44% registrados na pesquisa anterior. Já Aécio Neves, do PSDB, aparece com 16% e Eduardo Campos (PSB), com 10%.

Apenas Marina Silva, com 27% das intenções de voto, conseguiria levar o pleito para o segundo turno se as eleições fossem hoje, indica o Datafolha. Marina cresceu quatro pontos desde o último levantamento. Aécio e Campos mantiveram-se estáveis. Votos brancos e nulos somam 20% e os indecisos, 9%.

O instituto avaliou ainda um eventual segundo turno entra Dilma e seus adversários: a presidente venceria Aécio Neves com 51%, ante 31% do tucano. Já em uma disputa com Campos, Dilma obteria 50% dos votos, contra 27% do adversário.

Embora indique vitória da presidente no primeiro turno, o levantamento deixa clara a insatisfação da população com o governo Dilma: 63% dos brasileiros acreditam que ela fez menos do que esperavam pelo país, ante 34% registrados há pouco mais de um ano. Outros 72% esperam que as ações do próximo presidente sejam diferentes das adotadas por Dilma.

O Datafolha ouviu 2.637 pessoas em 162 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos. A pesquisa está registrada na Justiça eleitoral com o código BR 00064/2014.

Reação - Para o líder do PSB na Câmara, Beto Albuquerque (RS), um dos coordenadores da campanha de Eduardo Campos, fica cada dia mais evidente a perda de confiança e credibilidade na presidente da República. "O Brasil parou de melhorar e tem enfrentado uma série de inconveniências na economia. Temos de considerar que a Dilma é 100% conhecida, muito diferente do Aécio Neves e do Eduardo Campos. Temos certeza de que o Eduardo vai crescer muito mais. O aumento no índice dos que desejam mudança é um bom sinal. Mostra que o Eduardo está caminho certo", disse Albuquerque.

Já o líder do PT na Câmara, Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (SP), afirmou que respeita a pesquisa, que retrata um momento, bom ou ruim. "A pesquisa mostra que a Dilma está muito bem. Salvo engano, está melhor do que Lula nessa época, em 2002. Fica claro que tudo o que estão fazendo na Câmara e no Senado com a Petrobras não está valendo a pena. E que a tentativa que fazem de destruir a Dilma não tem dado resultados. Vamos continuar nosso trabalho, pedir às bases que se dirijam às ruas e procurar outras formas de informação que não a grande mídia."

Presidente do PSDB de Minas Gerais e um dos articuladores da campanha de Aécio Neves, o deputado Marcus Pestana vê na queda das intenções de voto na presidente um indicativo de que as eleições transcorrerão sob o signo da mudança. "O importante nesse momento é a clara percepção da opinião pública de que o ciclo de governo do PT se esgotou e que o país não vai bem e que portanto é preciso mudar o rumo", afirma. "Há um clima inequívoco de mudança, em um cenário que se assemelha às eleições de 2002 e 1989", complementou.

Ele disse não haver preocupação com o fato de Aécio não conseguir herdar o eleitorado que se afasta da presidente. Na visão de Pestana, tanto o candidato tucano quanto Eduardo Campos não ocupam o mesmo espaço que Dilma na mídia e, por isso, ainda não são vistos como alternativas para a população que deseja mudança. "O nível de conhecimento do Aécio e do Eduardo é bem diferente do dela. Dilma frequenta diariamente os jornais de TV e usa e abusa das redes e rádios e TV da Presidência. A tarefa da oposição é conseguir transformar, quando tiver os instrumentos de comunicação de massa necessários, essa insatisfação, esse desejo de mudança, em alternativa de poder. Essa é a nossa tarefa", diz Pestana.

(Com Estadão Conteúdo)

 

[+] Noticias
24/11/2014
Economia. Contas públicas: Setor externo Contas externas do país têm o pior resultado da história Déficit em transações correntes somou US$ 8,13 bi no mês passado. Em 12 meses, saldo negativo é de U$ 84 bi
  No acumulado em 12 meses, déficit em transações correntes foi de US$ 84,42 bilhões (Pascal Lauener/Reuters/VEJA) O que é? A conta de transações correntes abrange a importa&c...
 
24/11/2014
O Petrolão. Já começou, Humberto Costa admite ‘contatos institucionais’ O petista integra uma extensa lista de políticos acusados pelo ex-diretor da Petrobras na delação
  Foto: Antônio Cruz/ABr O líder do PT no Senado, Humberto Costa, voltou a negar nesta segunda-feira, 24, as acusações feitas a ele por Paulo Roberto Costa, mas admitiu que teve com o ex-diretor da Petrobras &l...
 
24/11/2014
Petrolão: Odebrecht fatura R$ 2,7 bilhões só no projeto de submarino Na era petista, Odebrecht fatura bilhões até em estaleiro de submarino
As obras continuam a pleno valor, ao contrário de muitas outras, mais essenciais Estimada em R$ 20 bilhões, a parceria com a França para construção do submarino nuclear brasileiro é uma das muitas ...
 
24/11/2014
Depois de criar o grupo que odeia político ladrão, agora o PT contrata pesquisa para tentar mapear antipetismo Partido dos Trabalhadores contratou pesquisa para mapear antipetismo
Empresa de pesquisa que fez a campanha para Dilma fará mapa do ‘antipetismo’. Foto: Alice Vergueiro/AE) Assustado com os altos índices de rejeição a candidatos do partido nas eleições des...
 
23/11/2014
Derrame de carteiras a falsos pescadores. Ministério da Pesca é suspeito de fraudar licenças Ministério da Pesca alterou norma interna e permitiu que carteiras de pescador, antes confeccionadas pela Casa da Moeda, fossem emitidas em papel comum
As carteiras impressas em papel moeda tinham uma marca d’água para evitar fraudes Foto: Arquivo EBC Um mês antes do início da campanha eleitoral, o Ministério da Pesca alterou norma interna e permitiu que c...
 
 
Voltar
Newsletter
Cadastre seu e-mail e receba novidades exclusivas.
Nome: 
E-mail: 
Cidade: 
7352 Informe o
código ao lado:
 
Inicial | Sobre Loival | Agenda | Artigos | Dicas Úteis | Galeria de Fotos | Links Úteis | Noticias | Parceiros | Produtos | Serviços | Localização
Loival Comunicação & Informação

Av. São Paulo - Planaltina - DF

(61) 8487.6475
loival43@ig.com.br
Loival - Comunicação & Informação - Todos os direitos reservados.